FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Vacina Triplice" obteve 40 resultados.

Página:  de 4

07/08/2015

Artigos

Vacina Tríplice Viral Não Tem Ligação com Autismo

...e, o risco ajustado relativo (RR) de DEA para uma dose da vacina MMR vs nenhuma vacina foi de 0,76 (IC95%: 0,49-1,18; P = 0,22), e na idade cinco anos, o RR de DEA para duas doses em comparação com nenhuma vacina foi de 0,56 (IC95%: 0,31-1,01; P = 0,052). Para crianças cujos irmãos mais velhos não tinham DEA, em dois anos de idade, o RR ajustado para DEA para uma dose foi de 0,91 (IC95%: 0,67-1,20......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina Tríplice Bacteriana contra Difteria, Tétano e Coqueluche (DTP)

... INDICAÇÃO1 • Imunização ativa contra difteria, tétano e coqueluche em crianças com menos de 7 anos e mulheres em idade fértil HIV-positivas assintomáticas e sintomáticas. CONTRA-INDICAÇÕES1,4,386 • Crianças com quadro neurológico em atividade ou que tenham apresentado quaisquer das seguintes manifestações após aplicação da primeira dose desta vacina: - Febre superior a 39......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina Tríplice Viral contra Sarampo, Rubéola e Caxumba (SRC)

...s as crianças desta faixa etária que tiverem recebido a primeira dose da vacina. Administrar a partir do 28º dia posterior à administração da primeira dose. EFEITOS ADVERSOS1,5,6 • Febre, mal-estar, rash, dermatite no local da injeção, durante 2-3 dias pós-imunização, geralmente após uma semana da administração da primeira dose, em 3 a 10% dos casos em crianças. • Náusea, vômito e ......

Ver Índice

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 4 – Sistema de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-vacinais

...r antitérmico, se necessário, de 6/6 horas. Quando a febre for decorrente da vacinação, o quadro é benigno e autolimitado. Não aplicar gelo, álcool ou clisteres gelados. • Antitérmicos: de preferência paracetamol, 15 mg/kg, via oral. Nos casos de febre muito alta, dipirona, 15mg/kg/dose, via oral ou intramuscular. Evitar aspirina. • Antitérmico profilático: utilizá-lo quando na dose an......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...Confirmar o caso Negativo Realizar pesquisa de IgG no mesmo soro IgG Positivo Coletar 2ª amostra após 5 meses de vida Negativo Descartar o caso Após 5 meses da 1ª coleta IgG Se o IgG mantiver o título anterior ou maior Confirmar o caso Se houver queda acentuada do título de IgG, comparado com o anterior Descartar o caso * Recém-nascido cuja mãe tev......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... Logo após o nascimento ou quando da suspeita de SRC IgM Positivo Confirmar o caso Negativo Realizar pesquisa de IgG no mesmo soro IgG Positivo Coletar 2ª amostra após 5 meses de vida Negativo Descartar o caso Após 5 meses da 1ª coleta IgG Se o IgG mantiver o título anterior ou maior Confirmar o caso Se houver queda acentuada do título de ......

Ver Índice

11/02/2015

Remédios

Vacina Contra Difteria, Tétano e Coqueluche

...com 15 meses de idade. 2° reforço com 5 a 6 anos de idade. Com 15 anos de idade, e a partir daí a cada 10 anos, reforços com a vacina dupla, difteria e tétano (DT) para adultos. Cuidados especiais Risco na gravidez Classe C Não usar o produto hipersensibilidade a esta ou outra vacina; adulto e criança acima de 7 anos; criança com mais de 7 anos que já tiveram coqueluche (nesse caso, ......

Ver Índice

02/09/2009

Biblioteca Livre

7 Imunizações

...l] Série A. Normas e Manuais Técnicos MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Especializada Coordenação da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados Brasília / DF – 2006 7 Imunizações Como conseqüência de processos vaso-oclusivos repetidos no baço, os doentes falciformes têm função esplênica diminuída (asplenia funcional), que leva a uma significativa......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Difteria, Tétano e Coqueluche

...A TRÍPLICE (DTP) (Butantan); PERTACEL (Sanofi-Pasteur) USO INJETÁVEL Injetável VACINA TRÍPLICE (DTP); PERTACEL O QUE É [toxoide diftérico + toxoide tetânico + vacina pertussis]. PARA QUE SERVE Difteria, tétano e coqueluche (prevenção). COMO AGE A vacina contra difteria, tétano e coqueluche induz a formação de anticorpos contra a toxina diftérica, toxina tetânica e anticorpos c......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

sarampo

...ca obrigatória imediata. Definição de Caso · Suspeito - Todo paciente que, independente da idade e situação vacinal, apresentar febre e exantema maculopapular, acompanhados de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite. · Suspeito de sarampo importado - Todo caso suspeito que tenha historia de viagem para fora do país, nos últimos 30 dias, ou que ......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal