FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Preservação de fertilidade em pacientes com câncer de ovário

Autor:

Giovanni Mastrantonio Di Favero

Médico Assistente da Disciplina de Ginecologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP). Doutor em Medicina pelo Charité-Universitätsmedizin Berlin, Alemanha.

Última revisão: 27/02/2012

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Ginecologia / Obstetrícia / Oncologia

 

Resumo

Estudo multicêntrico, retrospectivo, que procurou avaliar os resultados oncológicos e reprodutivos do tratamento conservador do câncer de ovário epitelial inicial em pacientes jovens.

 

Contexto clínico

O tratamento cirúrgico padrão para os tumores malignos epiteliais do ovário mesmo em estágios iniciais consiste em: histerectomia total, salpingo-ooforectomia bilateral, omentectomia e linfadenectomia. Tal procedimento invarialvelmente leva pacientes jovens, muitas vezes com doença localizada, à esterilidade, situação que gera muita discussão em torno de propostas cirúrgicas alterativas. Diversas sociedades internacionais de oncologia e ginecologia admitem a cirurgia de preservação da fertilidade como opção ao tratamento convencional. Ainda de acordo com tais entidades, alguns critérios de seleção dos pacientes devem ser rigorosamente respeitados, tais como: pacientes ainda com desejo reprodutivo, tumores limitados a um dos ovários com cápsula íntegra (Ia) e histologia favorável (G1 ou G2). Entretanto, existem poucos dados na literatura quanto à real segurança oncológica desta proposta terapêutica, tornando discutíveis as recomendações e indicações do tratamento conservador. O presente estudo objetivou avaliar os resultados oncológicos e reprodutivos de pacientes jovens com câncer de ovário inicial submetidas a esta terapia.

 

O estudo

Trata-se de um estudo retrospectivo e multicêntrico conduzido no Japão entre 1985 e 2004. Foram incluídas 211 mulheres entre 14 e 40 anos (média de 29 anos) com câncer de ovário epitelial unilateral (estádio Ia, n-126; estádio Ic, n-85). Todas as pacientes foram submetidas a pelo menos salpingo-ooforectomia unilateral e inspeção minuciosa da cavidade abdominal. De acordo com diferentes critérios, cerca de 60% das pacientes receberam quimioterapia adjuvante baseada em platina. O período médio de seguimento foi de 78 meses, variando de 3 a 270 meses. As taxas de sobrevida global e livre de doença em 5 anos foram de 100% e 97% respectivamente para os tumores Ia e de histologia favorável (G1 ou G2). Também foi observado que tumores Ic de histologia favorável e os tumores de células claras, quando tratados no estádio Ia e seguidos de quimioterapia adjuvante, apresentaram resultados oncológicos bastante animadores e similares ao primeiro grupo. No entanto, os tumores mais avançados (Ic) e pouco diferenciados (G3) apresentaram resultados significativamente inferiores tanto em termos de sobrevida global quanto livre de doença (66% e 66%, respectivamente). Em relação aos resultados reprodutivos, cerca de 54% das pacientes conseguiram engravidar e parir após o tratamento.

 

Aplicações para a prática clínica

Os dados obtidos com o presente estudo confirmam que o tratamento conservador para pacientes jovens com carcinoma de ovário no estádio Ia e histologia favorável é uma alternativa segura à terapia padrão. O trabalho também sugere que pacientes com doença estádio Ic e histologia favorável, assim como os tumores de células claras no estádio Ia, desde que acompanhados de quimioterapia, podem ser candidatas ao tratamento conservador, porém outros estudos são necessários para atestar sua segurança oncológica.

 

Bibliografia

1.   Satoh T, Hatae M, Watanabe Y, Yaegashi N, Ishiko O, Kodama S et al. Outcomes of fertility-sparing surgery for stage I epithelial ovarian cancer: a proposal for patient selection. J Clin Oncol 2010;28(10):1727-32. [link para o artigo] (Fator de Impacto: 18,970).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal