FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Mesotelioma Pleural" obteve 15 resultados.

Página:  de 2

07/05/2012

Casos Clínicos

Mesotelioma pleural

...igura 1 demonstra espessamento pleural com derrame. Figura 1. Diagnóstico O diagnóstico final foi de mesotelioma pleural, que é um tumor raro relacionado com a exposição ao asbesto. A manifestação radiológica mais frequente é de imagem multilobulada, abrangendo sobretudo a região axilar. Os pacientes apresentam espessamento pleural com bordo irregular, por vezes nodular e circunferenci......

Ver Índice

10/02/2014

Revisões Internacionais

Doença pulmonar ocupacional e ambiental

...ubagudo é caracterizado por uma tosse que piora progressivamente e por dispneia, que persistem durante algumas semanas e podem progredir para dispneia severa e cianose com necessidade de internação, caso o trabalhador esteja se expondo repetidamente ao antígeno. De maneira típica, estes pacientes apresentam infiltrados passageiros e uma história de episódios recorrentes de pneumonia suspeita. Um......

Ver Índice

04/02/2015

Remédios

Pemetrexede

...dico heptaidratado equivalente a pemetrexede Uso injetável Injetável (pó) 100 mg: Alimta Injetável (pó) 500 mg: Alimta Armazenagem antes de aberto Temperatura ambiente (15-30°C). O que é antineoplásico [antagonista do ácido fólico]. Para que serve mesotelioma pleural (tratamento); câncer de pulmão (de células não pequenas) (tratamento). Como age interrompe processos metab......

Ver Índice

01/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Pemetrexede

...is não se possa utilizar drogas mais seguras, ou se estas drogas não forem eficazes. Amamentação Não se sabe se o pemetrexede é distribuído no leite materno; mas, devido à possibilidade de reações adversas graves nos lactentes, não amamentar. Não Usar o Produto Pacientes com danos na função renal. Avaliar Riscos X Benefícios Ascite; efusão pleural. Reações Mais Comuns (sem incid......

Ver Índice

08/12/2009

Revisões

Introdução à Radiologia

... (.311); timoma maligno (.3154) .329 – Outros .33 – NEOPLASIAS MALIGNAS – METÁSTASES Para usar com o .33, acrescente o 4º número indicando o local anatômico do tumor primário. Quando o primário for desconhecido, use o nº 9 (. _ _ _ 9). .331 – Linfangite carcinomatosa .332 – Nódulo pulmonar solitário .333 – Múltiplos nódulo......

Ver Índice

26/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Anexo B

...tegorias de profusão interpostas entre a zona (ou zonas) de profusão mais baixa e a zona (ou zonas) de profusão mais alta. por exemplo, se a radiografi a de um paciente exibir zonas com níveis de profusão 1/1, 1/2, 2/1 e 2/2, a profusão geral é determinada, ignorando-se a zona com nível de profusão 1/1, na medida em que duas ou mais categorias (1/2, 2/1) encontram-se entre aquela zona e a zona de ......

Ver Índice

09/10/2018

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

...lastomicose e filariose. Outra causa não maligna é a fibrose vascular pós-radioterapia. Apresentação Clínica O diagnóstico clínico de obstrução da VCS é feito com base na apresentação clínica, sendo a dispneia o sintoma mais comum. Entre os sinais e sintomas característicos, estão incluídos os distúrbios visuais e a tríade clássica de cianose, edema cervicofacial, o aparecimento de circula......

Ver Índice

06/01/2010

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

...agnóstico, como em casos de trombose após uso de dispositivo intravenoso ou em casos de neoplasia prévia já conhecido. Dentre os métodos pouco invasivos estão a biópsia por broncoscopia ou citológico de escarro, que podem ser utilizados como abordagem inicial se houver imagem radiológica sugestiva de neoplasia de pulmão. Outros métodos pouco invasivos podem ser a biópsia de linfododos supraclavic......

Ver Índice

06/01/2010

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

...tanto, o diferencial mais significativo de ser estabelecido é o da causa da SVCS (Tabela 1). A obstrução da veia cava superior pode ser causada por trombose, compressão extrínseca, invasão direta da veia ou por uma associação destes fatores. A etiologia destes eventos pode ser benigna ou maligna, sendo as causas malignas responsáveis por cerca de 80 a 90% dos casos. Entre as causas malignas mai......

Ver Índice

26/08/2009

Biblioteca Livre

4 Recomendações

...m raridade, em casos de asbestose. [7] Recomenda-se, sempre que possível, que a TCAR seja solicitada nas seguintes condições: a. Exposição ao asbesto com história de exposição e tempo de latência compatível com asbestose e radiografia com interpretação 0/1 ou 1/0. b. Exposição a poeiras minerais que não o asbesto, com história de exposição e tempo de latência compatíveis com pneumoconio......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal