FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Mesotelioma Pleural" obteve 15 resultados.

Página:  de 2

07/05/2012

Casos Clínicos

Mesotelioma pleural

...ulada, abrangendo sobretudo a região axilar. Os pacientes apresentam espessamento pleural com bordo irregular, por vezes nodular e circunferencial na tomografia computadorizada, como mostrado na Figura 1. A citologia oncótica do líquido pleural é não costuma ser positiva (cerca de 10% em alguns trabalhos). A imagem é, na maioria dos casos, do lado direito do tórax, como foi o caso deste paciente,......

Ver Índice

10/02/2014

Revisões Internacionais

Doença pulmonar ocupacional e ambiental

...do risco aumentado de desenvolvimento de doenças relacionadas aos asbestos. Muitos milhões de indivíduos estão sujeitos à exposição ambiental aos asbestos presentes em materiais de isolamento e construção existentes nas residências e prédios públicos, revestimento de freios e embreagem, e demolições de edifícios contendo asbesto nas zonas urbanas. Nos Estados Unidos, os asbestos estão sujeitos à r......

Ver Índice

04/02/2015

Remédios

Pemetrexede

...plaquetas no sangue. Musculoesquelético: dor muscular. Dermatológico: perda de cabelos, erupção. Respiratório: dificuldade para respirar. Rinofaringe: inflamação da garganta. Sistema nervoso central: depressão, fadiga, febre, problema nos nervos. Outros: infecção. Atenção com outros produtos O Pemetrexede •pode aumentar as reações adversas de: vacina de vírus vivos. •pode ter efeito......

Ver Índice

01/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Pemetrexede

...te: Cloreto de Sódio 0,9%. Volume: 100 mL Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9%: temperatura ambiente (15 - 30°C): 24 horas TEMPO DE INFUSÃO: 10 minutos USO INJETÁVEL – DOSES Adultos Mesotelioma Pleural 500 mg/m2, por infusão intravenosa durante 10 minutos. O tratamento é associado com cisplatina. Seguir orientação dos protocolos de quimioterapia. Câncer de Pulmão......

Ver Índice

08/12/2009

Revisões

Introdução à Radiologia

...omisso do médico com o paciente. Existe o compromisso do médico com os convênios, com os exames, com o tempo, com a burocracia. O paciente fica em segundo plano. Para diminuir os gastos com os exames, os convênios diminuíram a abrangência destes e solicitam o preenchimento de muita papelada para cada procedimento. Essa burocratização diminui ainda mais o tempo da consulta propriamente dita. A m......

Ver Índice

26/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Anexo B

...o descrito na radiografia-padrão da subcategoria 2/2, mas a categoria 1 foi seriamente considerada como alternativa antes da decisão de classificá-la como categoria 2. As radiografias padrão oferecem exemplos de características classificáveis como subcategoria 0/0. A subcategoria 0/0 refere-se a radiografias em que não há pequenas opacidades ou, se as há, são poucas e insuficientemente definidas ......

Ver Índice

09/10/2018

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

...er uma causa; nesses casos, quase sempre existe neoplasia associada, mas, eventualmente, a trombose ocorre em pacientes sem doença maligna. Outras causas benignas incluem ao uso de dispositivos intravenosos, como cateter de hemodiálise, marcapasso e cateteres de longa permanência para quimioterapia (Qt), nutrição parenteral e antibioticoterapia. Quando a VCS é obstruída, o sangue flui através de ......

Ver Índice

06/01/2010

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

... de etiologia maligna. Porém, atualmente, com a melhora no manuseio clínico destes doentes e às maiores taxas de sobrevida obtidas, o procedimento também tem sido realizado nos pacientes com SVCS maligna. Os critérios para indicação de substituição de cava em SVCS não estão ainda totalmente estabelecidos, porém, Doty et al. (2000) apontam como critérios de indicação atuais os seguintes: · ......

Ver Índice

06/01/2010

Revisões

Síndrome da Veia Cava Superior

...gura 3). A maior desvantagem do uso da tomografia é a necessidade de uso de contraste, que é nefrotóxico. Ressonância Nuclear Magnética A ressonância nuclear magnética também oferece imagens com ótima definição para o diagnóstico de SVCS e tem como vantagem dispensar o uso de contraste. Porém, é exame caro e não permite tão boa visualização do parênquima pulmonar, pois está mais sujeito a art......

Ver Índice

26/08/2009

Biblioteca Livre

4 Recomendações

...tuais alterações do parênquima pulmonar. As calcificações nos espessamentos permitem uma facilitação na identificação dos mesmos. A radiologia da asbestose é caracterizada pela presença de pequenas opacidades irregulares, tipos s ,t,u, geralmente bilaterais e comumente envolvendo os lobos inferiores. Ocasionalmente são também notadas bandas parenquimatosas (símbolo pb) e de linhas septais (símbolo......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal