FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Rabeprazol" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

05/02/2015

Remédios

Rabeprazol

...o na gravidez Classe B Amamentação não se sabe se é eliminado no leite. Não amamentar. Não usar o produto alergia ao produto ou outro benzimidazol substituído; criança e adolescente até 18 anos. Avaliar riscos x Benefícios função hepática diminuída. Reações que podem ocorrer (sem incidência definida) Sistema nervoso central: dor de cabeça. Atenção com outros produtos O R......

Ver Índice

26/01/2012

Revisões Internacionais

Doença ulcerosa péptica

...drome MEN-1 (presente em 20 a 30% de casos).21 Úlceras idiopáticas Bloqueador do receptor H2 ou inibidor da bomba de próton Bloqueador do receptor H2 noturno ou inibidor da bomba de próton matinal Vagotomia de célula parietal para úlcera duodenal intratável e antrectomia para úlcera gástrica intratável. Úlceras de estresse (ICU) Bloqueador do receptor H2 ou inibidor da bomba ......

Ver Índice

05/10/2011

Casos Clínicos

Doença do refluxo gastresofágico (DRGE)

...lasse C. 7. Monitoração Não existe necessidade de exames específicos, mas deve-se ter precaução em pacientes com insuficiência hepática (avaliar necessidade de menores doses). 8. Interações medicamentosas Por inibirem na atividade de algumas enzimas do citocromo P450, podem aumentar o efeito de varfarina, fenitoína e benzodiazepínicos. Pantoprazol O que foi dito para o omepr......

Ver Índice

11/03/2015

Artigos

Bloqueadores de Bomba de Prótons: uma causa negligenciada de Nefrite Intersticial Aguda

...cos quanto à prescrição desta classe de medicamentos. Bibliografia Blank M-L et al. A nationwide nested case-control study indicates an increased risk of acute interstitial nephritis with proton pump inhibitor use. Kidney Int 2014 Oct; 86:837 (link para o artigo). Bloqueadores de Bomba de Prótons: uma causa negligenciada de Nefrite Intersticial Aguda Lucas Santos Zambon Bloqueadores de Bo......

Ver Índice

06/12/2013

Revisões

Estômago: doença ulcerosa péptica – duodenal e gástrica

... pode ser considerada em caso de úlcera péptica refratária ao tratamento clínico, mas, com as opções terapêuticas hoje disponíveis, a indicação cirúrgica tornou-se bem menos frequente. Controle de tratamento É importante ressaltar que as lesões gástricas necessitam de controle de cicatrização por meio de endoscopia. Após seis semanas de início do tratamento, deve-se realizar novamente a endos......

Ver Índice

25/05/2015

Revisões

Dispepsia e Helycobacter Pylori

... DISPEPSIA ORGÂNICA: sintomas relacionados à presença de uma doença orgânica DISPEPSIA NÃO ULCEROSA ou FUNCIONAL: sintomas do aparelho digestivo alto não relacionados às doenças orgânicas TIPO ÚLCERA: predomina dor epigástrica TIPO DISMOTILIDADE: predomina alteração de motilidade INESPECÍFICA: predominam outros sintomas Epidemiologia Dispepsia é um ......

Ver Índice

19/01/2009

Revisões

Dispepsia e Helycobacter pylori

...rada quando os pacientes são estudados em jejum, após as refeições muitos pacientes são incapazes de conseguir um relaxamento significativo da porção proximal do estômago, que é a principal porção envolvida em efetuar a acomodação do alimento ingerido, sendo este alimento acomodado principalmente nas porções distais do estômago com distensão acentuada de suas paredes, estimulando dois receptores g......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

I

...onazol. t Estrogênios conjugados: aumento da concentração plasmática dos estrogênios. t Everolimo, sirolimo e tacrolimo: aumento do risco de toxicidade pelos imunossupressores. O uso concomitante com itraconazol deve ser feito com cautela. Monitorar a concentração plasmática do imunossupressor, bem como sinais e sintomas de toxicidade. Redução da dose do imunossupressor pode ser necessária. t F......

Ver Índice

19/04/2013

Revisões Internacionais

Abordagem farmacológica da insuficiência renal – Ali J. Olyaei, William M. Bennett

...rogênico, síndrome nefrótica, acidose tubular renal e fibrose intersticial; toxicidade aguda, diante de níveis séricos > 1,2 mEq/L. Os níveis séricos devem ser medidos periodicamente, decorridas 12 horas da dosagem; a meia-vida não reflete a ocorrência de um extensivo acúmulo tecidual; os níveis plasmáticos sofrem rebote após a diálise; a toxicidade aumenta com a depleção do volume, AINH e diur......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal