FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Vacina Contra Difteria e Tetano" obteve 50 resultados.

Página:  de 5

11/02/2015

Remédios

Vacina Contra Difteria e Tétano

...tano – Via intramuscular Administração: no braço. Adultos e crianças com mais de 7 anos: usar a apresentação adultos. Crianças até 7 anos: usar a apresentação Pediátrica. 1 dose aos 2 meses, 4 meses e 6 meses de idade. 1° reforço com 15 meses de idade. 2° reforço com 5 a 6 anos de idade. Depois disso, reforços a cada 10 anos, com vacina dupla de adultos. Cuidados especiais Risco na grav......

Ver Índice

11/02/2015

Remédios

Vacina Contra Difteria, Tétano e Coqueluche

...ada; gravidez, AMAMENTAÇÃO. Avaliar riscos x Benefícios história familiar de convulsões; suspeita de doença neurológica; distúrbios de coagulação sanguínea. Reações que podem ocorrer (sem incidência definida) Gastrintestinal: falta de apetite. Local da injeção: vermelhidão e enduração no local da injeção (um nódulo pode se formar e durar várias semanas); aumento da sensibilidade; inchaç......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina Tríplice Bacteriana contra Difteria, Tétano e Coqueluche (DTP)

... mais leves, pode-se administrar anti-histamínicos e, se necessário, corticosteróides. 2. Tempo do efeito protetor: a imunização primária com DTP protege mais de 95% das pessoas para a difteria e o tétano por pelo menos 10 anos. No caso da coqueluche, a imunidade persiste durante toda infância, mas diminui ao longo do tempo. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todo......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Difteria e Tétano

... 7 Anos • Usar a apresentação Pediátrica. • 1 dose aos 2 meses, 4 meses e 6 meses de idade. • 1º reforço com 15 meses de idade. • 2º reforço com 5 a 6 anos de idade. • Depois disso, reforços a cada 10 anos, com vacina dupla de adultos. CUIDADOS ESPECIAIS Risco na Gravidez Classe C: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais ocorreram alguns ef......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Difteria, Tétano e Coqueluche

...ÁVEL Injetável VACINA TRÍPLICE (DTP); PERTACEL O QUE É [toxoide diftérico + toxoide tetânico + vacina pertussis]. PARA QUE SERVE Difteria, tétano e coqueluche (prevenção). COMO AGE A vacina contra difteria, tétano e coqueluche induz a formação de anticorpos contra a toxina diftérica, toxina tetânica e anticorpos contra a Bordetella pertussis (que causa a coqueluche). COMO SE U......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...s não devem ser administradas a pacientes recebendo acima de 10 mg de prednisona (ou equivalente) por mais de 2 semanas. A contraindicação não se aplica a corticoterapia sistêmica, em doses baixas a moderadas, por menos de 2 semanas, bem como a uso tópico ou injetável localizado (intra-articular, bursal ou em tendão). Ver também, abaixo, as recomendações para imunossupressores. t Imunoglobulinas:......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina Tetravalente (DTP + HIB)

.... 3. Tempo do efeito protetor: a imunização primária com DTP protege mais de 95% das pessoas para a difteria e o tétano por pelo menos 10 anos. No caso da coqueluche, a imunidade persiste durante toda infância, mas diminui ao longo do tempo. Para Haemophilus influenzae tipo B, a duração da imunidade é desconhecida. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os direi......

Ver Índice

18/11/2015

Revisões Internacionais

Mordidas e picadas – Lawrence M. Lewis, William H. Dribben, Mark D. Levine

...rtico e antártico, Nova Zelândia, Madagascar e em algumas ilhas pequenas. As cobras vivem em quase todos os ambientes terrestres, bem como na água salgada e em água doce. Cerca de 10% das cobras são venenosas. Dentre as 14 famílias de cobras existentes, apenas 5 incluem espécies venenosas: Colubridae, Hydrophidae (cobra-do-mar), Elapidae (najas, kraits, mambas e cobras-coral), Viperidae (víbora d......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...m média, até duas semanas após o início dos sintomas. A antibioticoterapia adequada erradica o bacilo diftérico da orofaringe, de 24 a 48 horas após a sua introdução, na maioria dos casos. O portador pode eliminar o bacilo por 6 meses ou mais, motivo pelo qual torna-se extremamente importante na disseminação da difteria. Susceptibilidade e Imunidade A susceptibilidade é geral. A imunida......

Ver Índice

02/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Coqueluche

...profilaxia conforme indicado no tópico Controle dos comunicantes. Investigação O caso suspeito atendido nas unidades sentinelas previamente determinadas deve ser imediatamente investigado, a fim de se garantir a coleta oportuna de material para a realização de cultura de Bordetella pertussis. A ficha de investigação da coqueluche, no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), c......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal